Adolescente de Leme, SP, lança romance policial na Bienal Internacional do Livro


Obra de Thaís Lima, de 16 anos, fala sobre a adolescência e a dificuldade de o jovem ser visto e compreendido. Estudante de Leme lança livro na bienal: ‘um sonho’
Arquivo Pessoal
Uma estudante de 16 anos de Leme (SP) lançou seu primeiro livro na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo que ocorre até domingo (12).
O romance policial escrito pela Thaís Lima fala sobre a adolescência e a dificuldade de o jovem ser visto e compreendido.
Em entrevista ao G1, a escritora falou sobre o seu grande sonho: continuar escrevendo e mostrar a importância da leitura para sua geração.
“Eu sempre tive gosto pela literatura em geral, não podia estar mais realizada. Meu principal objetivo é passar para eles o quanto é importante o conhecimento e quão valiosa são as histórias”, disse.
Estudante de Leme (SP) lança livro em São Paulo
Arquivo pessoal
História
O livro ‘O céu me fez pensar que era você’ conta a história de Amora, que busca a perfeição e se preocupa com a percepção dos outros, mas com o tempo os acontecimentos em sua vida refletem na sua maneira de ver o mundo.
“Cada vez ela vai percebendo mais que antes de ser aceita pelas pessoas ela precisa se aceitar da forma que é, e que por mais difícil que a situação pareça sempre vai haver esperança”, contou.
A estudante disse que o processo de conclusão, edição e publicação do livro demorou cerca de um ano e meio. Agora ela já pensa em escrever outras obras.
“Já iniciei um projeto de romance. Acho que vai ser uma história um pouco mais delicada, mais melancólica, acredito que o pessoal vai se ver bem na história”, relatou Thaís.
Thaís Lima diz que já pensa em escrever outros romances
Arquivo Pessoal
Incentivo
A escritora disse que a atividade, que até então ela pensava ser um hobbie, transformou-se em algo real de motivo e orgulho.
“Minha família sempre me apoiou, desde quando falei que queria seguir essa carreira. Todos estão muito orgulhosos do que está acontecendo porque sabem o quanto eu batalhei por isso”, disse.
Sobre seu futuro, Thaís afirmou que ainda não sabe o que vai acontecer, mas que espera conseguir levar suas ideias para o mundo.
“É uma responsabilidade muito grande, mas eu me sinto honrada por realizar esse sonho. Pretendo continuar compartilhando minha paixão e minhas histórias até o fim da vida”, finalizou a estudante.
Mais informações sobre o livro no site da editora e também no blog da autora.
Jovem de 16 anos começou a escrever o livro em 2017
Arquivo Pessoal
Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara