Academia durante o expediente funciona?

É normal ouvir alguém dizendo que não tem tempo durante o dia a dia para se exercitar, não é mesmo? Porém, há quem encontrou uma maneira de adequar a rotina de trabalho com a importância em manter uma vida saudável: aderindo a exercícios no expediente. E pesquisas têm indicado diversos benefícios desta prática – tanto pessoais quanto profissionais.

Em 2008, pesquisadores do Reino Unido analisaram o comportamento de funcionários de uma grande organização e concluíram que, dentre esses, os 200 colaboradores que usavam a academia disponível na empresa eram mais produtivos durante o dia e se sentiam mais satisfeitos nos dias em que se exercitavam.

Já em 2013, outro estudo, desta vez feito nos EUA, apontou que pessoas de diversas idades tiveram benefícios imediatos à cognição após exercícios moderados durante o expediente. Como exemplo, os cientistas citam 15 minutos pedalando em uma bicicleta ergométrica.

Benefícios de treinar durante o expediente

As descobertas sugerem que treinar durante o expediente pode ser ainda mais vantajoso do que se exercitar antes ou depois do trabalho. Dentre os benefícios estão:

Melhor sono
Melhor desempenho sexual
Bom humor
Prevenção de doenças
Aumento da produtividade
Promoção de bem-estar

Os pontos são citados por Peter Antonio, personal trainer, nutricionista e pesquisador da Universidade do Reino Unido em entrevista à BBC News, que diz que é possível se esquivar do expediente durante a pausa para o almoço e se exercitar por alguns minutos.

Ele comenta ainda que quem treina no trabalho apresenta um melhor desempenho nas tarefas e menos dias de afastamento devido a doenças. Ainda, proporciona bem-estar ao permitir um momento longe de reuniões, e-mails e atividades repetitivas do escritório.

Ryan Holmes é CEO da plataforma de gestão de mídias sociais HootSuite. Ele publicou um artigo intitulado “Por que é hora de pagarmos aos funcionários para que se exercitem no trabalho“, em que comenta que há dificuldade em manter uma equipe robusta se os colaboradores estiverem se afastando por conta de doenças decorrentes do sedentarismo.

Empresas que possuem academia

De acordo com o instituto Great Place To Work, dentre as 100 melhores empresas para trabalhar no Brasil, cerca de 1/3 possui academia em suas dependências. Já 92% têm ações relacionadas à prática de atividades coletivas. Isso porque as organizações tem percebido que investir em qualidade de vida pode valer mais do que em remuneração e prêmios em dinheiro. Além disso, o instituto aponta que são ações mais econômicas às empresas e promovem maior engajamento, bem-estar e atração e retenção de talentos.

Veja alguns exemplos reais:

Electro: a empresa de eletrodomésticos oferece uma academia de ginástica em seu escritório, onde são realizadas 15 aulas semanais – além de parcerias com academias externas, com bolsa integral aos funcionários.

Hospital Santa Joana: apresenta instalações esportivas para 3.000 funcionários, quadras de tênis e um espaço para musculação e exercícios aeróbicos.

Johnson & Johnson: especializada em produtos farmacêuticos, utensílios médicos e produtos pessoais de higiene, a organização oferece um centro de convivência com sala de ginástica.

Laboratório Sabin: possui academia interna e material esportivo para os colaboradores.

Pão de Açúcar: o escritório central da rede de supermercados tem academia para comportar 2.000 funcionários, além de exames físicos e assistência nutricional.

Sama: empresa do ramo de mineração, fornece academia interna aos funcionários, aulas de dança e aeróbica. Ao final de 2012, eram quase 880 dentre 1.000 funcionários que frequentavam a academia disponibilizada na dependência da organização.

Serasa Experian: oferece academia interna, planos com academias externas e Aula Zen (yoga com sessões de relaxamento).

Takeda: empresa farmacêutica, disponibiliza aos funcionários academia no escritório, acompanhamento de reeducação alimentar, assessoria de corrida, massagem e ginástica laboral.