‘A gata comeu’ estreia no Globoplay: relembre romance da novela de 1985 de Ivani Ribeiro


Trama estrelada por Christiane Torloni e Nuno Leal Maia apresentou casal entre tapas e beijos. A novela “A gata comeu” estreia nesta segunda-feira (7) no Globoplay. Exibida em 1985, a obra de Ivani Ribeiro era estrelada por Christiane Torloni e Nuno Leal Maia.
Para quem quer rever a história de amor – e de um pouco de ódio – entre uma herdeira mimada e um professor, o G1 relembra alguns dos principais momentos da novela, além de curiosidades, com dados do Memória Globo (leia mais ao fim da reportagem).
“A gata comeu” é baseada em outra novela de Ribeiro, “A barba azul”, exibida pela TV Tupi em 1974. No centro da trama está a história de Jô Penteado (Torloni). A jovem, bonita, rica e mimada, não conseguia encontrar seu grande amor.
Pelo menos até conhecer o professor Fábio Coutinho (Maia) em uma excursão marítima organizada por ele para seus estudantes e alguns pais.
Quando a lancha quebra em alto-mar, todos vão parar em uma ilha deserta, onde ficam presos por dois meses. A convivência diária faz nascer um tumultuado romance entre Fábio e Jô.
Depois do resgate, eles descobrem ainda que suas vidas continuaram sem eles, enquanto o mundo pensava que tinham morrido.
“Foi preciso certo preparo físico. Fomos gravar em Angra e foi uma novela incrível. Era a história de um barco da Jô Penteado que quebra, e eles ficam ilhados depois de uma tormenta inacreditável. Ficamos lá gravando durante algumas semanas. Foi o meu primeiro encontro com a Ivani Ribeiro. Ela não tinha medo que a vilã e a mocinha de vez em quando trocassem de papéis dentro da própria novela. A Jô era infernal”, contou Torloni ao Memória Globo.
Nuno Leal Maia e Christiane Torloni em ‘A gata comeu’
Acervo Globo
Curiosidades
“A gata comeu” foi a primeira novela de Marilu Saldanha, autora de diversos “Casos Especiais” exibidos pela Globo, que colaborou com a história;
a produção marcou a estreia da atriz Deborah Evelyn em novelas da Globo. Ela vivia Lenita, meia-irmã de Jô, de quem era muito amiga;
em “A barba azul”, Eva Wilma e Carlos Zara eram os protagonistas da trama. Ela viveu Jô Penteado, e ele, Fábio Coutinho;
a novela foi reapresentada duas vezes no “Vale a Pena Ver de Novo”: a primeira, entre 27 de fevereiro e 28 de julho de 1989; e a segunda, entre 23 de julho e 07 de dezembro de 2001;
a novela foi vendida para Bolívia, Chile, Moçambique, Nicarágua, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana e Venezuela;
Caetano Veloso compôs o tema de abertura, “Comeu”, que ganhou uma versão exclusiva gravada especialmente para a novela pela banda Magazine.