A dança da fadinha: de onde veio coreografia que embalou a medalha de Rayssa Leal no skate?


Entre uma manobra e outra, Rayssa fez os passinhos de ‘Não nasceu pra namorar’ em Tóquio. Música dos MCs Zaquin e Rick faz sucesso no TikTok e já liderou parada brasileira no Spotify. Rayssa Leal mostra a medalha de prata que conquistou no skate street feminino nas Olimpíadas de Tóquio nesta segunda (26)
Toby Melville/Reuters
Rayssa Leal estava soltinha na pista de skate em Tóquio nesta segunda-feira (26). Entre uma volta e outra da final do skate street feminino, ela relaxou fazendo passinhos de dança. A maranhense de 13 anos, conhecida como Fadinha, se tornou a mais jovem medalhista olímpica da história do Brasil ao levar a prata.
De fadinha às Olimpíadas: A trajetória de Rayssa Leal, a sensação brasileira no skate
Famosos parabenizam Rayssa Leal após medalha de prata no skate: ‘Eu acredito em fadas’
Durante a disputa, ela dançou a coreografia de “Não nasceu pra namorar”, funk dos MCs Zaquin e Rick que viralizou no TikTok. Veja abaixo:
Initial plugin text
O desafio, com passinho, sobe, desce e viradinha, já teve mais de 400 mil vídeos lançados na rede social e alguns famosos entrando na onda, como Any Gabrielly e Josh Beauchamp, do grupo Now United.
Assim, com a ajudinha do challenge, o funk lançado em fevereiro chegou ao topo do Spotify no começo do junho. A música soma mais de 47 milhões de reproduções no Spotify e 41 milhões de visualizações no clipe oficial do Youtube.
‘Ainda não tô acreditando não, mas parece que foi grande o negócio’, brinca Rayssa Leal
Nas redes sociais, todo mundo vibrou com a leveza da fadinha e curtiu o gingado da skatista. Zaquin e Rick também comemoraram a escolha musical da vencedora.
Rayssa é ligada nas redes sociais e já fez outras coreografias do TikTok na vila olímpica. Ela gravou até uma parceria internacional com a filipina Margielyn Didal. Além do apoio na competição, elas dançaram “Got your money”, do rapper Ol’ Dirty Bastard, outro desafio popular na plataforma.
Initial plugin text
Funk mineiro
Os MCs Zaquin e Rick são mineiros, e sua música tem o som do funk de BH: som mais lento e melódico com mistura de beats.
Zaquin é Isac César, tem 19 e começou a carreira aos 17. Em dois anos de carreira, emplacou “Ô Moça”, “Eu catuquei” e “Replay”.
E Rick é Erick Warley de Oliveira Rodrigues, tem 19 anos de idade e quase 7 de carreira. Ele estourou em BH em 2018 tocando em bailes na quebrada. Entre as músicas, tem “Nada Vai Mudar”, “Cobiçadas do Twitter” e “Mec Mec”.