A alimentação para os Idosos com a chegada das altas temperaturas

Programa Inova 360

Programa Inova 360
Programa Inova 360

Com a chegada da primavera e verão precisamos ter mais atenção com os nossos idosos, os mesmos ficam mais vulneráveis e levar em conta a alimentação durante esse período.

 

Normalmente com a chegada das altas temperaturas nosso apetite diminui e negligenciamos a ingestão de alimentos essências para o bom funcionamento do organismo, onde passam por algumas alterações, como a redução da percepção do calor, sensação de sede e a capacidade de eliminação do calor do organismo.

Os idosos tem dificuldade em adaptar aos dias mais quentes e temperaturas elevadas, não conseguem percebem os sinais que o corpo envia, avisando que algo está errado. Então, os cuidados com idosos no verão devem envolver medidas que possam favorecer a hidratação do organismo e reduzir o calor corporal.

Devemos aproveitar os alimentos sazonais para criar pratos leves e apetitosos. As saladas e frutas são uma boa opção nesta época do ano, pois eles se sentem mais confortáveis com uma alimentação leve e balanceada.

Aumentar a ingestão de líquidos (pelo menos 2 litros/dia não em grandes quantidades, mas diversas vezes ao dia para que o corpo mantenha–se bem hidratado);

Saborear a água para aumentar a ingestão como colocar pedaços de frutas ou ervas ou a junção dos dois;

 

Alimentação: Abuse das frutas, verduras e legumes são ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras além de serem alimentos refrescantes próprios para o verão;

 

Sucos de frutas (melancia, limão, maracujá, abacaxi, laranja, graviola), smothies (manga, banana, morango,) e infusos (erva-doce, camomila, erva-cidreira, melissa);

 

Cereais integrais: arroz integral, cereais matinais, aveia, quinua, amaranto e cevada;

 

Evite café e álcool, pois desidratam o organismo;

 

As carnes magras são as mais indicadas para esta época, são facilmente digeridas evitando desconfortos além de serem mais saudáveis;

 

Opte por carnes brancas de aves (sem pele), peixes, e cortes de carne vermelha magra, varie a forma de preparo entre cozidos, grelhados e assados deixando as frituras de lado;

 

As sobremesas mais refrescantes sempre com frutas ou doces à base de frutas (sorvetes de frutas no palito, compotas geladas de frutas, saladas de frutas, flans de frutas, sorbet entre outros).

 

Vale lembrar que a sede é um sinal de que já estamos desidratados, devendo a água ser oferecida antes que esse sinal se desencadeie.

 

Thatiane Pereira de Souza

Nutricionista – CRN  3 48008