Museu do Louvre anuncia data de reabertura e novas regras para visitação


Museu voltará a abrir suas portas no próximo 6 de julho, seguindo parte das medidas de desconfinamento gradual na França. Museu do Louvre anuncia data de reabertura
139904/Creative Commons
O museu do Louvre, em Paris, voltará a abrir suas portas no próximo 6 de julho, como parte das medidas de desconfinamento gradual na França, informou a instituição nesta sexta-feira (29).
Os visitantes terão que reservar a visita com antecedência e deverão usar máscaras para andar pelo museu, informou o Louvre.
O sistema de reservas online, que o museu já havia usado para exposições de grande sucesso, será aberto no dia 15 de junho. O Louvre está fechado desde 13 de março.
“Ainda que tenhamos conseguido aproveitar os tesouros do Louvre por visitas virtuais, nada se compara com a emoção de encontrar cada obra de arte de forma real”, explicou o diretor do museu, Jean-Luc Martinez.
Initial plugin text
Duas grandes exposições que tiveram que ser canceladas durante o período de confinamento foram remarcadas para o outono francês (último trimestre do ano): uma sobre a arquitetura italiana de Donatello para Michelangelo e outra do mestre renascentista alemão Albrecht Altdorfer.
O Louvre afirma que por causa do fechamento e sua interação na internet e nas redes sociais agora é o museu mais seguido do mundo no Instagram, com mais de 4 milhões de seguidores.
Outros museus e centros culturais que serão reabertos em breve na França são o Château de Versailles, em 6 de junho, o Musée d’Orsay, em 23 de junho, e o Centro Pompidou, em 1º de julho.

Please enter banners and links.

Escolas da Coreia do Norte reabrem após dois meses de paralisação por causa do coronavírus

Pyongyang não informou nenhum caso de Covid-19, o que provoca muitos questionamentos entre os especialistas. Os colégios da Coreia do Norte retomaram as atividades nesta segunda-feira (1º), dois meses após a paralisação das atividades como medida de precaução contra o novo coronavírus, informou a imprensa local. Os centros de ensino terão termômetros e soluções desinfetantes nas entradas.
Volta às aulas após quarentena: veja 10 medidas adotadas em 8 países para a retomada do ensino
Pyongyang não informou nenhum caso de Covid-19, o que provoca muitos questionamentos entre os especialistas, já que o vírus que surgiu na vizinha China se propagou a todos os continentes.
O regime norte-coreano adotou medidas drásticas, como o fechamento das fronteiras e um decreto de confinamento de milhares de pessoas.
O novo semestre escolar deveria ter começado em abril. Alguns institutos e universidades já haviam sido autorizados a retomar as aulas.
“O novo semestre começará nas escolas, faculdades e institutos no início de junho e foram tomadas medidas de quarentena para permitir a reabertura de jardins de infância e pré-escolas”, afirmou a agência norte-coreana Yonhap.
“As autoridades devem disponibilizar termômetros e soluções desinfetantes na entrada de cada centro, nas salas de aula e nos escritórios. Funcionários das escolas e creches devem respeitar as regras da luta contra o coronavírus”, acrescentou a agência.
Initial plugin text

Please enter banners and links.