Chico Buarque tem álbum arranjado pelo maestro Ennio Morricone


Conheça a história do disco ‘Per un pugno di samba’, gravado em 1969 e lançado na Itália em 1970. Chico Buarque e Ennio Morricone ao lado da capa original do álbum ‘Per un pugno de samba’
Reproduções de capas de discos / Montagem G1
♪ MEMÓRIA – Compositor, maestro e arranjador que orquestrou trilhas sonoras de filmes com rara maestria, Ennio Morricone (10 de novembro de 1928 – 6 de julho de 2020) nunca escondeu a admiração pela música brasileira. A ponto de, já vivendo momento luminoso na carreira como criador de trilhas sonoras, o artista italiano ter aceitado arranjar disco de Chico Buarque quando o compositor brasileiro estava exilado em Roma entre 1969 e 1970.
Apresentado a Chico pelo compositor italiano Sergio Bardotti (1939 – 2007), letrista que verteu músicas do compositor carioca para o idioma da Itália, Morricone aceitou imediatamente o convite para arranjar esse disco feito com o intuito de emplacar Chico como cantor no mercado de Roma – objetivo não alcançado.
Com título que aludia ao nome do filme Por um punhado de dólares (1964), longa-metragem do cineasta Sergio Leone (1929 – 1989) que teve a antológica trilha sonora composta por Morricone, o álbum Per un pugno di samba foi gravado em 969 lançado na Itália em 1970 pela gravadora RCA-Victor.
Título pouco ouvido da discografia de Chico Buarque, Per un pugno di samba somente foi editado no Brasil em 2003, já em CD, formato dominante no mercado fonográfico dos anos 2000.
Uma edição alternativa do disco, com as 12 músicas cantadas por Chico em português, se tornou ainda mais rara e nunca foi editada no Brasil em qualquer formato. Contudo, essa edição em português foi lançada na Europa, no rastro da edição italiana de 1970, tendo sido disponibilizada em LP nos mercados da França (com o título Sambas do Brasil) e da Espanha (com título, Por un puñado de samba, traduzido fielmente do original em italiano).
Qualquer que seja o nome do disco, essa edição em português do trabalho de Chico com Morricone é valiosa, não somente por conta das orquestrações do maestro italiano, mas porque essa edição apresenta as versões originais em português de três músicas do compositor brasileiro – Não fala de Maria, Nicanor e Samba e amor – que somente apareceriam na discografia oficial de Chico Buarque no Brasil no álbum Chico Buarque de Hollanda nº 4, LP que marcou a estreia do artista na gravadora Philips.
Esse álbum foi lançado no Brasil no segundo semestre de 1970, quando Chico já estava de volta ao país, tendo interrompido o exílio voluntário que o fizera partir para a Itália, no início de 1969, por temer represálias do regime militar que combatia com dureza através da obra. Esse disco brasileiro de 1970 começou a ser gravado na Itália, mas foi concluído no Brasil.
Quando saiu, Chico Buarque de Hollanda nº 4 deixou o álbum Per un pugno di samba esquecido na discografia do cantor com versões em italiano de músicas como Ela desatinou (1968) (Lei no, lei sta bailando, na versão de Sergio Bardotti), Roda viva (1968) (Rotativa) e Sonho de um Carnaval (1965) (Sogno di un Carnavale), destaques do repertório de histórico disco que marcou o encontro da genialidade do compositor Chico Buarque com a maestria do arranjador Ennio Morricone.

Please enter banners and links.

Sebastián Athié, ator da Disney, morre aos 24 anos


Disney Channel Latin America prestou homenagem ao ator da série argentina ‘O11ce’. Causa da morte não foi revelada. Sebastián Athié, ator da Disney, morre aos 24 anos
Reprodução/Instagram
Sebastián Athié, estrela da Disney e integrante da série argentina “O11ce”, morreu aos 24 anos, neste domingo (5). Através de suas redes sociais, a Disney Channel Latin America lamentou a morte do artista. O comunicado da empresa não informou a causa da morte.
“Descanse em paz, Sebas. Sua arte e seu sorriso ficarão para sempre. Lamentamos a perda de Sebastián Athié e sempre lembraremos de seu talento, companheirismo, profissionalismo e, acima de tudo, seu enorme coração. Nossos sentimentos à família, colegas, amigos e fãs.”
Em “O11ce”, Sebastián interpretava o personagem Lorenzo. Seus colegas de série prestaram homenagens ao ator nas redes sociais.
“Agradeço pelo o que vivemos juntos. Estou sem palavras. Só amor e agradecimento”, escreveu Mariano González, protagonista da série, em um texto no Instagram.
“Só Deus sabe do que se trata a vida, seus planos e o que temos que aprender com ela. Só sei que depois disso, serei mais forte”, escreveu o ator David Penagos ao fim de um longo texto onde se recordou de uma viagem feita na companhia de Sebastián para o Uruguai há quatro anos. “Sua estrela não está na Calçada da Fama, sua estrela se encontra nesse momento brilhando no universo”, completou.
“Te amo pra sempre, irmão”, escreveu o ator Guido Pennelli na legenda de um vídeo emocionante com imagens de Sebastián.
Initial plugin text
Initial plugin text
Initial plugin text

Please enter banners and links.