Casal é preso com fuzil russo AK-47 e mais de R$ 134 mil em dinheiro em SP


Polícia também apreendeu R$ 134 mil em dinheiro e 223 munições de calibres diversos. FuzilAK-47 e grande quantidade de dinheiro são encontrados em Cubatão, SP
Divulgação/Polícia Militar Ambiental
Um casal foi preso com 5.779 porções de drogas, 223 munições de calibre diversos, R$ 134 mil em dinheiro e um fuzil russo AK-47 em Cubatão (SP), informou a Polícia Militar Ambiental nesta segunda-feira (10). Eles foram localizados durante patrulhamento marítimo.
Policiais embarcados em uma lancha desconfiaram de duas pessoas que estavam em uma moradia na comunidade Vila dos Pescadores. Houve aproximação e os dois se renderam logo depois que os militares encontraram o fuzil escondido atrás de uma porta de madeira.
Segundo a polícia, os dois estavam transportando os itens em um pequeno barco até a casa, utilizada como entreposto do tráfico. No local, foram encontradas 3.130 pedras de crack, 2.200 pinos de cocaína, 560 porções de maconha, além de contabilidade da venda de droga.
Munição para fuzil também foi localizada pela polícia em Cubatão, SP
Divulgação/Polícia Militar Ambiental
O dinheiro e as munições também estavam no imóvel, onde os policiais acharam ainda oito carregadores de armas, uma pistola, balança de precisão, rádio comunicador, 12 aparelhos celulares, toucas ninjas, bolsas de viagem e embalagens para guardar a droga.
O homem e a mulher, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos por tráfico de entorpecentes e porte ilegal de arma e munição. Todo o material foi encaminhado ao Distrito Policial Sede da cidade, onde permaneceu apreendido. Os dois suspeitos foram levados à Cadeia Pública da região.

Caminhoneiro é encontrado morto com pernas e braços amarrados em SP


Homem, de 60 anos, foi executado na própria casa, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Polícia investiga motivação e autoria do crime. Caso foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá, SP
Guilherme Lúcio / G1
Um caminhoneiro de 60 anos foi encontrado morto dentro da própria casa em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele estava com o braços e pernas amarrados, além de uma mordaça na boca. A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (10) que apura motivação e a autoria do crime.
Segundo informações da polícia, o assassinato aconteceu na Avenida Mario Daige, no Jardim Boa Esperança, onde a vítima morava. O corpo de José Celestino dos Santos Filho foi encontrado por vizinhos na noite de domingo (9). Ele estava no chão do quarto com uma faca cravada no peito.
Ainda não há informações sobre o que motivou o crime e a Polícia Civil também não sabe ainda se algum item da casa foi roubado. Entretanto, segundo apurado pelo G1, o imóvel estava revirado. Suspeitos de terem cometido o crime também são alvos de investigação.
O corpo do caminhoneiro foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Santos. O boletim de ocorrência foi registrado como homicídio na Delegacia Sede de Guarujá e um inquérito foi aberto para esclarecer as circunstâncias do crime.