Aplicativo da CNH digital ganha novas funções e vai avisar motoristas sobre recall do veículo


Novidade, que foi lançada no Salão Duas Rodas, vai permitir que montadoras notifiquem os proprietários diretamente aplicativo do governo federal. Interface do aplicativo Carteira Digital de Trânsito
Victor Vidigal/G1
O aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital ganhou novas funções, entre elas, o motorista será avisado diretamente pelo celular quando houver recall do veículo. O anúncio foi feito pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) durante a abertura do Salão Duas Rodas nesta segunda-feira (18).
Saiba como tirar a CNH digital
Segundo o Denatran, hoje existem cerca de 10 milhões de recalls registrados e, em média, apenas 43% desses chamados são atendidos pelos proprietários dos veículos.
Com a novidade, as notificações vão indicar o defeito e o risco do não reparo, bem como fornecer informações a respeito do canal de atendimento (telefone e site) da empresa responsável, para que o proprietário do veículo possa identificar a concessionária mais próxima para realização do serviço, que é gratuito e garantido por lei.
A nova função surge após os ministérios da Infraestrutura e da Justiça assinarem, em julho deste ano, uma portaria conjunta para criação do Serviço Nacional de Registro e Notificação de Recall de Veículos, que entrou em vigor no dia 1º de outubro. A medida visa permitir uma comunicação de recall mais ágil com o proprietário do veículo.
Outras funções
Além da notificação de recall, o aplicativo também vai avisar sobre o vencimento da validade da CNH com 30 dias de antecedência e permite ainda consultas sobre infrações de trânsito.
De acordo com o Denatran, está prevista para 2020 uma funcionalidade que vai permitir o pagamento de multas dentro do aplicativo da CNH digital.
Atualmente, é possível que o condutor tenha informações sobre infrações, mas com a integração, será possível efetuar o pagamento de multas com até 40% de desconto.
O aplicativo “Carteira Digital de Trânsito (CDT)”, lançado em 2017, reúne digitalmente os dois documentos de porte obrigatório no trânsito (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).
Ele está disponível gratuitamente nas lojas oficiais da Apple e do Google (para aparelhos Android).

Yamaha lança scooter XMax no Salão Duas Rodas e vai vender motos pela internet


Página reúne concessionários que vão oferecer também peças e acessórios. No começo, serviço será limitado à Grande SP. Yamaha XMax é lançada no Salão Duas Rodas 2019
Fabio Tito/G1
Além da parceria com a Marvel, a Yamaha apresentou outras duas novidades nesta segunda-feira (18), no Salão Duas Rodas, em São Paulo: o scooter XMax e um serviço de venda de motos, peças e acessórios pela internet.
VÍDEOS do Salão Duas Rodas
“Vai funcionar como um marketplace. Os concessionários vão oferecer diretamente os produtos para os clientes, que escolhem a loja de sua preferência, que tiver o melhor preço”, disse Ricardo Susini, diretor comercial da Yamaha.
Na fase de testes, 15 lojas já estão oferecendo motos e peças. Inicialmente, os modelos estarão disponíveis apenas para clientes da Grande São Paulo.
Yamaha XMax
Fabio Tito/G1
Depois, conforme o modelo for aprimorado, outras localidades receberão o serviço.
Ainda não há uma previsão do número de unidades que a Yamaha espera comercializar desta forma. “É a primeira vez que alguém vende motos pela internet, então as pessoas ainda não estão acostumadas”, completou Susini.
Segundo a Yamaha, todo o processo pode ser feito sem o cliente sair de casa. A única exceção é em caso de financiamento, quando ele precisa ir até a concessionária para assinar o contrato.
Fora isso, pagamento da entrada, escolha do modelo e da cor podem ser feitos pelo computador. “Hoje, 75% do processo de compra já é feito sem que o cliente vá até a concessionária. Só estamos aumentando esse índice”, afirmou o executivo.
Outra novidade é que os clientes online e os de lojas físicas poderão receber a moto em casa. Para isso, haverá uma cobrança adicional, ainda não definida. Mas, durante o Salão Duas Rodas, a entrega será gratuita.
Scooter XMax
A fabricante também anunciou o lançamento do XMax, como um scooter premium da marca, maior e mais potente do que o NMax.
Ele chega em março, com motor de 250 cc e 22,8 cv (contra 15,1 cv do “irmão” menor), equipado com freios ABS e controle de tração de série.
Yamaha XMax é lançada no Salão Duas Rodas 2019
Fabio Tito/G1
Mas quem roubou a cena no estande da marca foram as motos customizadas inspiradas nos heróis da Marvel. A Yamaha começa a vendê-las, como série limitada, também no ano que vem.
Outra atração do estande é o Motoroid, o conceito de moto que anda sozinha, que o G1 mostrou no Salão de Tóquio 2016.
Yamaha apresenta conceito de moto autônoma
Fábio Tito/G1
A montadora faz uso da inteligência artificial para reconhecer o dono (por meio dos olhos) e estabelecer um “relacionamento” com ele, podendo rodar sozinha até o “dono”, que ela identifica por meio de reconhecimento facial, por exemplo. Foi o que ela fez na breve aparição neste Duas Rodas.
Initial plugin text