Chris Trousdale, ex-membro da Dream Street, morre aos 34 anos por coronavírus


Embora comunicado oficial não informe causa da morte, outro integrante da boy band informou que o artista foi vítima de Covid-19. Chris Trousdale, ex-membro da Dream Street, morre aos 34 anos por coronavírus
Reprodução/Instagram
Chris Trousdale, ex-membro da boyband Dream Street, morreu aos 34 anos. De acordo com o TMZ, o cantor morreu na noite de terça-feira (2), em um hospital da Califórnia.
Embora o comunicado oficial publicado nas redes sociais do artista cite “causa não revelada” da morte, Jesse McCartney, outro ex-integrante do grupo, informou que o artista morreu por complicações causadas pelos coronavirus, segundo a revista Variety.
O site TMZ também informou que fontes familiares confirmaram a doença como causa.

Initial plugin text
Trousdale, que também era ator, iniciou sua carreira nos palcos aos 8 anos fazendo turnê com “Les Miserables”. Em 1999, formou o Dream Street ao lado de Jesse McCartney, Greg Raposo, Matt Ballinger e Frankie Galasso.
O grupo encerrou suas atividades em 2002 e o cantor seguiu investindo em sua carreira solo. Após o encerramento da banda, Trousdale fez aparições nas séries de TV “Shake It Up” e “Austin & Ally”, entre outros trabalhos.
Jesse McCartney fez uma homenagem ao amigo com uma publicação nas redes sociais, onde cita que “Chris tinha uma personalidade encantadora e um enorme”.
A família do artista pediu privacidade para o momento.
Initial plugin text
Dream Street
Divulgação

Please enter banners and links.

Livinho pede desculpas à modelo após acusação de racismo: ‘Fiz brincadeira pra tentar interação’


Em série de vídeos nas redes sociais, cantor afirmou que pediu perdão no momento do ocorrido, em 2017. ‘Fiquei muito triste com a situação no dia, porque transpareceu uma coisa que eu não sou’. Livinho também cita ação por calúnia. ‘Deixar na mão de Deus e do juiz’.’ Modelo Raielli Leon acusa Livinho de racismo durante gravação de clipe
Reprodução/Instagram
Livinho usou seu Instagram para publicar uma série de vídeos onde fez um pedido de desculpas para a modelo e dançarina Raielli Leon. Raay, como é conhecida, acusou o cantor de ter atitudes racistas durante a gravação de um videoclipe em 2017.
“Tô aqui pra me retratar sobre o acontecimento de 2017, em que uma menina chamada Raielli se sentiu ofendida com uma brincadeira que eu fiz com ela pra tentar uma aproximação, pra interagir com ela, porque eu percebi que ela estava triste”.
“Fiz uma brincadeira pra tentar uma interação e ela interpretou de outra forma. No momento do acontecido pedi perdão. E assim como em 2017, ontem também fui no Instagram dela e pedi desculpas, hoje novamente peço perdão. Não sou racista e eu luto por essa causa”, afirmou o cantor.
Livinho também negou algumas das acusações feitas por Raay, como a que ele teria dito que “o cabelo da modelo teria roubado seu celular”.
Nas redes sociais, Raielli citou o caso: “Pra confirmar meu incômodo, ele tirou o celular do bolso dele, colocou no meu cabelo e puxou. A hora que ele tirou o celular, ele falou: ‘você roubou meu celular, cabelo’. Nesse mesmo momento, todo mundo que estava por perto, riu. (…) Ele repetiu a brincadeira por mais duas vezes.”
Livinho pede desculpas para modelo após acusação de racismo
“Errei no passado, tive alguns históricos polêmicos, mas graças a Deus hoje estou com minha cabeça no lugar, hoje sou outra pessoa. [Racismo] é uma acusação muito séria, sempre lutei contra isso.”
“Fiquei muito triste com a situação no dia, porque transpareceu uma coisa que eu não sou”.
Apesar de negar o comentário, Livinho confirma o incidente com o celular.
“No momento que tirei o celular da cabeça dela brincando, ela não gostou. Pensei no filme ‘Todo mundo em pânico 4’, que o cara tira um baseado da cabeça. Na hora veio isso. Vou tirar o celular da cabeça dela zoando. Não tem nada racista, mas percebi que ela não gostou e no mesmo momento pedi desculpas e falei que não foi a intenção.”
O cantor finalizou a série de vídeos com um novo pedido de desculpas. “Houve desculpas no dia, houve arrependimento na hora da brincadeira, mas não houve essas palavras que ela disse que eu disse. Agora é só deixar na mão de Deus e do juiz que vai resolver essa situação de acusação de calúnia.”
Relembre o caso
Modelo Raielli Leon acusa Livinho de racismo durante gravação de clipe
A modelo e dançarina Raielli Leon acusou Livinho de racismo, durante a gravação de um clipe, em 2017. A acusação foi feita nesta terça-feira (2), após Livinho fazer um post relacionado à campanha Black Lives Matter (vidas negras importam).
Segundo Raay, como Raielli é conhecida, Livinho teve atitudes racistas contra ela durante a gravação de um videoclipe em 2017. Na quarta-feira (3), através de um comunicado enviado por sua assessoria, o cantor disse já ter pedido desculpas para a modelo.
Em uma série de vídeos no Instagram, Raielli Leon deu detalhes sobre o ocorrido:
“Quando fomos gravar a última cena, ele, não sei o que passou na cabeça dele, ele começou a fazer umas dancinhas idiotas, obscenas, pegando no saco, imitando Michael Jackson, como se estivesse sarrando, e eu já fiquei incomodada ali naquele momento, porque foi uma pessoa que nem falou comigo e me olhou torto o clipe inteiro.”
“Eu só esperava que ele se desculpasse, nem que fosse por telefone e a vida ia seguir normal. Sabe o que ele fez? Me xingou de todos os nomes possíveis, falou que ia acabar com a minha carreira, que eu deveria ter medo do que eu estava falando e com quem eu estava brincando. Fiquei mal, desesperada.”
Além da série de vídeos no Stories, a modelo também fez um post fixo na rede social dizendo que teve diversos problemas após o incidente.
“Já passei fui cortada de clipe, ameaçada, barrada na balada, fui cancelada nas presenças vip (que é trabalho) já fui me xingaram muito nas redes sociais, já deixei de gravar clipe com artistas que eu sou fã, já foram em outra produtora me prejudicar durante um clipe que eu estava gravando, já atrasaram meu processo, já me seguiram com a intenção de me intimidar na balada e muitas outras coisas vêm ocorrendo desde esse dia”, relatou a modelo.

Please enter banners and links.